Captura de tela 2020-12-14 103241.png

Fascismos: leituras, montagens e agenciamentos

Augusto Jobim do Amaral, Cássia Zimmermann Fiedler (Organizadores)
A presente obra coletiva contempla os principais estudos construídos a partir dos diálogos realizados no Seminário de “Ética e Contemporaneidade: Críticas Filosóficas à Violência” que teve como título “Introdução à Economia Libidinal do Fascismo” conduzida pelo Professor Augusto Jobim do Amaral, no ámbito do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, entre março e julho de 2020. A consolidação desse conjunto é indicativa de textos que aparecem enquanto a expressão de diversas áreas de diálogos que, desde a filosofia, o direito, a história e outros, desembocam na temática inicialmente proposta e indicam a urgência de análises transversais que possibilitem o iluminar dos novíssimos engendramentos que compõe a contemporaneidade. Eis o convite que orientou a ementa do Seminário àquela altura: “porque a dificuldade de assumir uma leitura sobre o fascismo que conduza a reconhecê-lo como expressão de práticas contemporâneas? Existe uma “economia libidinal do fascismo” que o torne um fenômeno reemergente? Se é possível descrever historicamente o fascismo, atrelando-o a um regime político situado em um contexto estrito europeu dos anos 30, não obstante, este “seminário-laboratório” pretendeu analisá-lo através de uma sensibilidade crítica do presente que o veja como um problema micropolítico, uma forma de vida posta permanentemente a circular e ordenar desejo, linguagem e trabalho, presente de forma imanente no interior de nossas democracias liberais modernas.

Boas leituras!

203p.


ISBN – 978-65-87424-91-0
DOI: 10.36592/978-65-87424-91-0