Captura de tela 2021-04-22 095540.jpg

Uma análise da concepção tridimensional de justiça de Nancy Fraser: redistribuição, reconhecimento e representação

 

Andyara Leticia de Sales Correia                                                                                                        

A pesquisa ora publicada centra-se no pensamento de Nancy Fraser sobre a sua concepção tridimensional de justiça, abordando sobre a redistribuição, o reconhecimento e a representação. Fraser faz uma crítica à sociedade capitalista e busca justificar moralmente as reinvindicações dos movimentos sociais sob a lente da paridade de participação. Por isso, além de ser considerada, de maneira geral, sinônimo de justiça, é necessário ressaltar a evolução da importância da paridade de participação como princípio normativo para a redistribuição, o reconhecimento e a representação. A pesquisa bibliográfica que fundamenta esta pesquisa objetiva compreender o pensamento de Nancy Fraser e como foi possível a construção da teoria bidimensional; quais fatores influenciaram no seu surgimento e desenvolvimento para a concepção tridimensional de justiça; também investiga as práticas que podem levar à melhoria da vida em sociedade e a refletir filosoficamente sobre justiça como forma de guiar a sociedade na globalização e no sistema capitalista. Apesar da teoria de justiça de Fraser sofrer de certo déficit fenomenológico e procedimental sobre a sua aplicação prática, a filósofa se mantém atual sob sua preocupação dentro da teoria crítica que lança luz sobre o diagnóstico das injustiças sociais e sobre as formas de combatê-las.

166p.

ISBN – 978-65-87424-70-5

Captura de tela 2021-04-22 095254.jpg